Se quiser participar neste BLOG, envie a sua mensagem para o seguinte endereço electrónico: mouriscas.movimento@sapo.pt - - - - - - - - - - - - - - Para nos consultar: http//mouriscasmovimento.blogs.sapo.pt
Domingo, 15 de Outubro de 2006
Mensagens dos leitores (5)

Caro conterrâneo L.G .,

 

Concordo inteiramente com a reflexão apresentada.

 

Espero apresentar brevemente no BLOG as razões que me levam a defender tão acerrimamente a criação de associações nas Mouriscas, sobretudo as relacionadas com a  floresta (ZIF das Mouriscas – urgente a sua criação), o olival/lagares de azeite, etc. (1)

 

Reconheço que nalgumas áreas já teremos associações em excesso, algumas até concorrentes, o que de facto não se justifica numa Freguesia com menos de 2.000 residentes, ou talvez uns 3.000 contando com os muitos visitantes esporádicos, que é o meu caso.

 

Numa pesquisa efectuada ao Portal.Abrantes identifiquei as seguintes associações mourisquenses :

 

» ADIMO (que se encontra filiada na Tágus - Associação Para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior, englobando as Câmaras de Constância, Abrantes e Sardoal);

» ACREVS - Associação Cultural e Recreativa de Entre Vale e Serras;

» "Os Esparteiros " - Grupo Etnográfico;

» Grupo Desportivo e Recreativo "OS Esparteiros ";

» Casa do Povo de Mouriscas;

» Banda Filarmónica Mourisquense;

» ACATIM;

» EPDRA;

» COAGRIOLIMO;

» MOURITEJO;

 

Provavelmente existirão outras, nomeadamente o Agrupamento 193 do CNE, que curiosamente não está registado como Associação na Câmara de Abrantes, ao contrário de outros agrupamentos do Concelho.

 

Estas associações são quase todas financiadas anualmente pelo Programa Fincult da Câmara Municipal de Abrantes, mas quase nenhuma se candidata ao Programa Finevent, o que revela alguma falta de dinamismo.

 

Analisando os resultados da pesquisa constata-se a existência de duplicação no que diz respeito aos dois clubes de futebol (concordo plenamente com o L.G. que são demais e um verdadeiro desperdício para a terra, que nenhuma realidade desportiva pode justificar!).

 

Também não entendo a razão da existência de duas Cooperativas de Olivicultores, uma do Norte e outra dos Engarnais Fundeiros (deverão ser ainda os tais resquícios das "Mouriscas de Cima" e das "Mouriscas de Baixo"), uma verdadeira falta de visão económica, pois perde-se na eficiência e na escala!...

 

Devo aqui acrescentar que, em minha opinião, as associações só por si não irão resolver os imensos problemas e carências das Mouriscas, mas os mourisquenses devem "lançar mão de tudo" o que possa contribuir para aumentar os rendimentos da terra, mormente nas áreas onde ainda temos alguma matéria prima. Em todo o caso as associações são uma forma de unir esforços e vontades, e isso já seria meio caminho andado.

 

Também concordo que o desenvolvimento das Mouriscas só será possível se/quando houver o tal reencontro colectivo dos mourisquenses para inventariar de uma forma alargada e abrangente os problemas da terra, para ajudar a criar/catalogar uma bolsa das ideias que possam ser postas em prática, e assim contribuir para o desenvolvimento económico das Mouriscas (2). Creio que com a boa vontade de todos seja possível estancar o êxodo dos mourisquenses e combater o declínio registado nas últimas décadas.

 

Pela parte que me diz respeito estarei lá!...  

 

Cumprimentos,

 

A.M.S.Louro

(10/11/2006)

 

 

(1) – Sobre a criação da ZIF das Mouriscas aguardo informação da Junta de Freguesia das Mouriscas;

 

(2) – Algumas Ideias Para o Desenvolvimento das Mouriscas:

 

Penso que muitos mourisquenses terão ideias sobre o que poderia/poderá ser feito nas Mouriscas para melhorar as condições de vida dos seus habitantes, criando emprego e ajudando os mais novos a fixarem-se na terra, e inclusivamente possibilitando o retorno de uma pequena parte dos que partiram.

 

Não deverá/poderá ser apenas a Junta de Freguesia e a Câmara Municipal a resolver os problemas da terra (já seria bom que estas entidades resolvessem a falta de uma rede de saneamento, que é talvez na actualidade o maior “handicap” ao desenvolvimento das Mouriscas, embora existam outros aspectos).

 

Em minha opinião os problemas das Mouriscas deverão ser resolvidos pelas seguintes entidades:

 

1º - Pela Câmara Municipal/Junta de Freguesia:

 

» Construindo as infra estruturas básicas ainda inexistentes nas Mouriscas;

» Melhorando as infra estruturas existentes;

» Dando apoio técnico à criação de empresas;

» Dinamizando e incentivando os residentes para as várias iniciativas e programas de                                                                                          desenvolvimento (3);

» Concedendo outras formas de apoio e incentivos;

 

(3) - Desconheço a participação que o Programa de Iniciativa Comunitária Leader+ versus Plano de Desenvolvimento Local Ribatejo Interior 2000 - 2006 teve, ou estará a ter, na nossa Freguesia (será uma questão a indagar junto da Tágus).

 

2º - Pelas Associações:

 

Criação da ZIF – Zona de Intervenção Florestal das Mouriscas;

 

Na fileira do olival penso que se deveria formar uma única associação para toda a Freguesia e estou a referir-me a olival/lagares.

 

Deverão ser criadas outras associações para outros sectores de actividade;

 

3º - Pela Iniciativa Privada:

 

Esta área fica aberta a tudo o que se quiser, pois a iniciativa é livre;

 

Penso que com os actores actuais não conseguiremos dar o tão almejado impulso, pelo que defendo a criação de um Núcleo de pessoas que queiram investir na terra, formando uma sociedade de investimentos para a execução de pequenos/médios projectos em vários sectores. Esses investimentos deveriam ser pensados a uma escala regional e não apenas local, e todos os projectos deveriam ter estudos de viabilidade económica e impacto ambiental, como é óbvio.

 

Sobre o ponto acima deixo aqui as seguintes perguntas/ideias:

 

  1. Não existirá nas Mouriscas um enorme parque habitacional degradado, uma parte do qual ostenta o aviso “Vende-se”?;
  2. Não existirão nas Mouriscas alguns lagares de azeite abandonados que dariam bons restaurantes regionais, como os que se podem visitar em muitas outras terras?
  3. Será que não é viável às Mouriscas a criação de uma central fruteira, que entre inclusivamente no sector dos frutos secos - figo preto, amêndoa, ameixa, etc?
  4. A fileira do pinho não poderia ser uma maior fonte de rendimento nas Mouriscas?
  5. A criação de uns bons frangos do campo, patos, etc, não seriam facilmente escoados na região centro, etc.
  6. A doçaria existente nas Mouriscas não poderia ser ampliada e exportada para as grandes superfícies comerciais?.... Tem qualidade para isso, falta-lhe dimensão.
  7. O que levou o Belmiro de Azevedo, com 62 anos e um império colossal, a virar agricultor de kiwis na sua pequena quinta de Marco de Canavezes?...E as dezenas de agricultores da mesma região que lhe estão a seguir o exemplo?
  8. Não seria altura das Mouriscas disporem de uma pequena unidade de alojamento hoteleiro, do tipo residencial?
  9. No campo turístico não seria viável implementar um pequeno projecto tipo praia fluvial/campismo, etc (Negrelinhos/Tejo)?
  10. E quanto a piscicultura?...E a agro-pecuária?...
  11. A implementação de vários projectos desta natureza poderia também ser propiciadora do surgimento de vários tipos de serviços, que não existem actualmente nas Mouriscas, contribuindo para aumentar o seu potencial. O sector da construção civil também sairia a ganhar.

 

P.S. – Algumas destas ideias poderão até não ser viáveis, mas existem muitas outras, não se devendo desistir ao mínimo desalento!



publicado por mouriscasmovimento às 10:56
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De António Manuel da Silva Louro a 17 de Outubro de 2006 às 21:20
RECTIFICAÇÃO:

Os presentes comentários incidem sobre o artigo do nosso conterrâneo L.G. com o título "Reflexões sobre Mouriscas 1", publicado em 04/09/2006.

A data de assinatura do autor saiu truncada e deve entender-se como 10/10/2006, e não 10/11/2006 como erradamente aparece.

AMSLouro


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

MOURISQUENSES ADOPTIVOS...

M O U R I S C A S ! ...

MOURISCAS COM ROCK INTERN...

...

Mensagens dos leitores (5...

Mensagens dos leitores (5...

MOURISCAS NA ROTA DO SEU ...

No próximo domingo...

Mensagens dos leitores (5...

Mensagens dos leitores (5...

arquivos

Outubro 2011

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Agosto 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds